Notícia

Estudo: Transmissão decifrada de resistência em bactérias

Estudo: Transmissão decifrada de resistência em bactérias


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Bactérias usam transmissão de genes para transmitir resistência
O desenvolvimento de cepas bacterianas resistentes é um grande problema em todo o mundo. Os tratamentos medicinais perdem seu efeito e doenças previamente bem controladas se tornam um perigo mortal. A rápida disseminação da resistência é possibilitada pela troca de informações genéticas entre as bactérias. Cientistas do Instituto de Biociências Moleculares da Universidade de Graz, juntamente com pesquisadores britânicos, investigaram exatamente como isso funciona.

A troca de informações genéticas permite que as bactérias transmitam resistência. Os resultados atuais da equipe de pesquisa liderada pelo Prof. Dr. Segundo Ellen Zechner, do Instituto de Biociências Moleculares da Universidade de Graz, a enzima relaxase desempenha um papel crucial. Em seu estudo, os cientistas decifraram a estrutura da enzima que influencia a troca de DNA entre as bactérias. Com sua ajuda, populações inteiras de patógenos podem se tornar resistentes a vários antibióticos em um período muito curto, enfatizam os especialistas. Os resultados dos pesquisadores foram publicados na renomada revista “Cell”.

Estrutura da enzima chave determinada
"O número crescente de cepas bacterianas que os antibióticos não podem mais prejudicar é um grande desafio para a medicina e a pesquisa", alertam os cientistas. A troca de informações genéticas entre patógenos desempenha um papel essencial no desenvolvimento da resistência. Os especialistas explicam que as bactérias podem basicamente trocar informações genéticas desde os anos 50. Até agora, no entanto, a seqüência exata desse processo permaneceu amplamente pouco clara. "Apesar da intensa pesquisa, só agora conseguimos determinar a estrutura da enzima chave responsável por isso", enfatiza o professor Zechner.

Grandes quantidades de DNA são transferidas em minutos
Segundo os cientistas, a transferência de genes entre bactérias ocorre com o apoio da enzima relaxase, que seleciona seletivamente informações genéticas, corta as duas cadeias de DNA e transporta uma delas através de um túnel para a bactéria vizinha. A fita que falta é replicada em um tempo muito curto e as duas bactérias subsequentemente mostram imunidade a certos medicamentos que são transferidos dessa maneira. A resistência, por sua vez, pode ser transmitida por ambas as bactérias. Dessa forma, "grandes quantidades de DNA são transferidas em minutos", o que explica por que a resistência aos antibióticos está se espalhando tão rapidamente, relata o Prof. Zechner.

Abordagem para novos ingredientes ativos
Os pesquisadores esperam que suas descobertas possam ajudar no futuro a "desenvolver novas substâncias ativas que impedem a troca de genes entre bactérias". Zechner. Segundo os especialistas, os resultados do estudo atual agora fornecem pistas completamente novas para desligar a relaxase e, assim, reduzir a propagação da resistência a antibióticos. fp)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Quando procurar um Infectologista para tratar Infecção Urinaria? (Julho 2022).


Comentários:

  1. Jake

    em mais detalhes, pliz. Qual é o erro?

  2. Gildea

    Este tópico apenas incomparavelmente :), muito agradável.

  3. Molkree

    inegavelmente impressionante!

  4. Sameh

    E com isso eu encontrei. Discutiremos esta questão.



Escreve uma mensagem