Notícia

Pesquisa: Se os avós cuidam dos netos, isso aumenta sua própria expectativa de vida

Pesquisa: Se os avós cuidam dos netos, isso aumenta sua própria expectativa de vida


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Avós que cuidam de netos vivem até cinco anos a mais
As pessoas estão sempre procurando maneiras de aumentar sua expectativa de vida. Às vezes, prolongar nossa vida útil pode parecer mais fácil do que o esperado. Agora, os pesquisadores descobriram que a expectativa de vida dos avós aumenta quando eles cuidam dos netos. Cuidar dos netos pode prolongar a vida dos avós em até cinco anos.

Cientistas da Universidade Edith Cowan descobriram em uma investigação que cuidar dos netos de seus avós pode prolongar sua vida em até cinco anos, em comparação com os avós que não se importam com seus netos. Os médicos publicaram os resultados de seu estudo na revista "Evolution and Human Behavior".

Cuidar dos netos tem um grande impacto na vida dos avós
Pesquisas mostram que cuidar dos netos aumenta a expectativa de vida ainda mais do que um estilo de vida saudável e atividade suficiente. Muitos avós costumam cuidar dos netos. No entanto, algumas dessas pessoas idosas também acham que o cuidado é um fardo. Cuidar dos netos tem mais impacto na expectativa de vida do que diagnosticar uma ou mais doenças crônicas ou graves no final da vida, dizem os especialistas.

Ajuda ou cuidado altruísta traz benefícios significativos à saúde
O estudo foi o primeiro de seu tipo a descobrir essa conexão. Há um número crescente de pesquisas sobre os efeitos das chamadas atividades de cuidado altruísta e os benefícios de saúde resultantes. Tais meios, por exemplo, ajudam ou cuidam de outras pessoas sem esperar nada em troca, explica o autor Dr. David Coall, da Universidade Edith Cowan.

Os avós carinhosos geralmente experimentam felicidade, contentamento e orgulho
Em conversas com muitos avós, eles costumavam dizer que se sentiam felizes, contentes e orgulhosos ao cuidar de seus netos, relatam os pesquisadores. Para muitas pessoas, essa poderia ser a única situação na vida em que eles fazem algo sem esperar nada em troca, dizem os cientistas.

Estudo examina quase 520 indivíduos idosos
A equipe de pesquisa examinou 516 sujeitos de teste alemães mais velhos em busca de seu trabalho, que participaram de um estudo de saúde de longo prazo. Desse grupo, 80 participantes cuidavam regularmente de seus netos, dizem os médicos. Levando em consideração outras variáveis, incluindo idade e saúde, os avós que cuidavam dos netos viveram significativamente mais.

Ajuda e apoio de outras pessoas afetam a mortalidade
Os resultados do estudo sugerem que há ajuda para os outros e não apenas efeitos positivos para a saúde. A ajuda a outras pessoas também afeta a mortalidade humana em geral. Esse efeito parece ser particularmente forte no cuidado dos avós, dizem os autores do estudo. Em seu estudo, os pesquisadores também analisaram os avós que apoiavam seus filhos adultos nas tarefas domésticas e em outras tarefas. Os avós que apóiam outras pessoas em sua rede social também foram examinados. Ambos os grupos também tiveram uma vida útil significativamente aumentada.

O atendimento forçado tende a ter um efeito negativo na mortalidade
O mesmo efeito não pôde ser encontrado nos avós, se circunstâncias trágicas os obrigassem a se importar, relatam os cientistas. Esse grupo até experimentou uma diminuição significativa na expectativa de vida, explica o autor Dr. Coall.

Duas teorias poderiam explicar o efeito do aumento da expectativa de vida
O que leva a resultados dramáticos às vezes? Existem duas teorias concorrentes. Primeiro, quando os avós cuidam dos netos, eles também parecem pensar muito mais sobre seus próprios cuidados. Isso inclui, por exemplo, uma dieta saudável e muito exercício. Os médicos suspeitam. A segunda teoria baseia-se no poder das emoções. O comportamento de ajuda e os sentimentos resultantes de felicidade podem atuar como uma espécie de amortecedor para o estresse, explica o Dr. Coall. (Como)

Informação do autor e fonte



Vídeo: 17 Tuques Estúpidos que Merecemos (Pode 2022).