Notícia

Cegueira: Mais e mais pessoas em todo o mundo estão perdendo a visão

Cegueira: Mais e mais pessoas em todo o mundo estão perdendo a visão


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O número de cegueiras aumenta acentuadamente - muitos casos podem ser evitados

Segundo especialistas, os problemas de visão e a cegueira aumentarão significativamente no futuro. A Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira (IAPB) alerta que, após décadas de números decrescentes de casos, um aumento significativo da cegueira pode ser esperado no futuro. Além do desenvolvimento demográfico, fatores como o uso de smartphones e o trabalho na tela também podem ter um impacto no desenvolvimento.

A IAPB alerta em um comunicado de imprensa atualizado por ocasião do "Dia Mundial da Visão" que a cegueira está aumentando em todo o mundo. Os especialistas acreditam que os casos de perda evitável de visão em particular devem ser avaliados criticamente. A medicina corre o risco de ficar sobrecarregada com os problemas ", a menos que ajamos agora", concluiu a IAPB sobre os resultados do "Vision Atlas", publicado na revista especializada "Lancet Global Health".

Milhões de pessoas com deficiência visual

De acordo com os resultados atuais, 36 milhões de pessoas cegas e 217 milhões de pessoas com deficiência visual moderada a grave vivem em todo o mundo. Das 253 milhões de pessoas afetadas, 124 milhões têm ametropia não corrigida e 65 milhões têm catarata, de modo que 75% da perda de visão e deficiência visual podem ser evitados, relata a IAPB. Porque a catarata pode ser operada com sucesso e a ametropia remediada com meios técnicos. Segundo os pesquisadores, outras causas comuns de perda de visão são degeneração macular relacionada à idade e glaucoma (glaucoma).

Aumentar até 2020

A avaliação atual também responde à questão de saber se o objetivo da Organização Mundial da Saúde (OMS) - reduzir a perda evitável de visão em 25% até 2019 - ainda pode ser alcançado. No entanto, os especialistas não assumem isso. Em vez disso, a prevalência de deficiências visuais evitáveis ​​deve aumentar em 5,6 por cento. A longo prazo, está previsto um aumento ainda mais dramático no número de pessoas afetadas. Dr. Astrid Bonfield, diretora executiva do Queen Elizabeth Diamond Jubilee Trust, disse no comunicado atual que o número de pessoas cegas triplicará em 2050 devido ao envelhecimento da população, aumento do diabetes e aumento da miopia.

Nova “era da cegueira”

Segundo os especialistas da IAPB, o mundo está enfrentando uma nova “era da cegueira” após décadas de melhoria. "Fizemos progressos significativos na redução da cegueira evitável nos últimos anos, mas os novos dados do Eyesight Atlas mostram que precisamos dobrar nossos esforços para evitar o aumento previsto de cegueira e deficiência visual", alertaram os pesquisadores.

Desenvolvimento positivo nas últimas décadas

A prevalência de perda total da visão e deficiência visual caiu de 4,58% em 1990 para 3,37% em 2015, de acordo com os resultados da pesquisa atual, mas se desenvolverá na direção oposta nas próximas décadas. Além disso, 89% dos deficientes visuais vivem em países com renda baixa e média, onde a situação da oferta é correspondentemente mais pobre. No futuro, no entanto, a situação não só piorará significativamente nesses países, a menos que sejam iniciadas contramedidas abrangentes, alertam os especialistas. fp)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Diabetes - Como Melhorar e Enxergar Melhor (Julho 2022).


Comentários:

  1. Faezragore

    Você não escreve para encomendar?

  2. Renfrid

    Me descarte disso.

  3. Yom

    Quero dizer que você está errado. Escreva para mim em PM, vamos conversar.

  4. Nawfal

    Com licença, a pergunta é removida

  5. Zebenjo

    Você atingiu a marca. Nele algo também é ideia boa, eu apoio.

  6. Long

    Não, não posso dizer a você.



Escreve uma mensagem